Textos

Apego ao passado

Sempre fui uma pessoa muito apegada ao passado, muitas vezes tento recriar coisas e momentos que já aconteceram. As vezes é um pouco frustrante, pois como todo mundo diz, não podemos voltar ao passado.

O passado é um lugar confortável, caloroso e amável, mas uma burrada aqui, outra ali e acabamos com o que mais gostamos num piscar de olhos e nos vemos na metade do caminho que existe entre o precipício e o assustador… chão!

E como se faz para voltar ao topo do precipício?

Você não volta! Nada é como antes, não é o mesmo toque, não é a mesma risada, não são os mesmos gestos. O que nos resta é sentir a dor do impacto e esperar pelo mesmo calor que tivemos no passado, antes daquela primeira burrada, que fez sem saber a dor da queda.

Sabe aquela sensação de desespero quando se está subindo no topo de uma montanha-russa e tudo que você consegue sentir é medo e vontade de desistir? ESSE É O FUTURO!

E em toda montanha-russa que tenha subida, meu amigo, tem a decida e a sensação que essa descida te transmite é praticamente inigualável.

Então, por mais que o futuro te assuste, se arrisque, enfrente a subida da montanha-russa!

“E aí vai o que eu sei: se você estiver disposto a jogar a precaução pela janela e se arriscar, a vista do outro lado é espetacular.” – Meredith Grey – Greys Anatomy. 

Como o blog está começando, vou pedir para vocês curtirem a fã page porque isso ajuda muito na divulgação e ninguém quer escrever coisas que ninguém vai ler não é mesmo? hahahaha

 

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply